Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Causos de RH: A "cadeira fértil"


Em Outubro de 2006, comecei a trabalhar em uma Faculdade particular da minha cidade. Trabalhava no setor Coordenação de Cursos e ao lado ficava a Recepção da Faculdade. Tínhamos muitas colaboradoras mulheres algumas já com filhos e outras não.
            Bom, uma colaboradora ficou grávida, em seguida outra, e outra.... e daí percebemos que todas sentavam na mesma cadeira. Duas eram da recepção, e as outras sempre estavam lá, seja para cobrir uma falta, ou para uma ir ao banheiro, ou seja por outro motivo. Pronto isso virou uma preocupação! A “cadeira fértil”.
  
         Os professores, os alunos e os outros colaboradores passavam e comentavam: não vai sentar na cadeira em. Uma grávida ia ao médico, logo alguém perguntava – já nasceu? Quem vai ficar trabalhando no lugar? Será que a próxima colaboradora vai engravidar?
            Eu sempre ficava lá na recepção, para cobrir as meninas quando precisava. E sempre ouvia: e aí, cuidado em para não engravidar. (bem que eu queria, pois sou mãe e quero mais filhos).
            Certo dia em uma reunião com o Diretor Administrativo e com todos os colaboradores, o Diretor disse que tínhamos que lavar a tal cadeira ou até tirar ela de lá da recepção. E aconteceu que trouxeram uma palestrante para falar sobre “Administração familiar”(acho que era esse o nome). Daí todos riam e comentavam – vixi acho que é uma indireta para nos mulheres, e passamos um bom tempo rindo sobre o assunto.
            As duas recepcionistas ficaram grávidas juntas, fizemos o chá de bebe delas no mesmo dia. Uma ficou grávida de um menino e a outra de uma menina. Foi super-divertido tiramos até uma foto das duas barrigas “se beijando” ficou linda a foto.
            As novas recepcionistas ficaram sabendo da tal cadeira e por esse motivo ou não resolveram tira-la e usar outra.
            Quero deixar aqui relatado que nasceram crianças lindas e abençoadas. Nasceram meninos, meninas e gêmeos. Alguns eram os primeiros filhos de suas mães e outros não. Essas mulheres são minhas amigas e são lindas e super-mães. São esposas, namoradas, trabalhadoras, donas de casa e super- divertidas.
            Hoje algumas ainda estão trabalhando na faculdade, outras saíram, mas ainda temos contato e sempre que dar nos visitamos, sempre com as crianças que por sinal tem a mesma idade e relembramos essa e muitas outras histórias.


Adriane Mourão - Contadora

Especialista em Gestão de Recursos Humanos


Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

<<
Related Posts with Thumbnails

LIVRO: Causos de RH

LIVRO: Causos de RH 2

LIVRO: Causos de RH 3

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO